Desabafe: Entre o BadBoy, Amigo e Pais.

29 abril 2013




B. : Conheci um menino super bacana ano passado, começamos a conversar e tal. Eu tava meio afim dele quando a gente ficou a primeira vez. Depois, toda vez que a gente se encontrava ele pedia pra ficar comigo de novo. Até que ele falou da gente "ficar sério", sabe? Enfim. Toda vez que a gente saía, encontrávamos um amigo dele que eu sempre percebi que ele ficava me paquerando e mandando indireta na cara dura. 

Oi meu bem, vamos lá.. Apesar de menos comum no universo masculino, lá assim como nós meninas já conhecemos também existem amigos traíras ou "fura - olho", até aí não há grande novidade. O fato do amigo dele dar em cima de você, só prova que ele não é amigo..

O R. não gostava muito disso mas não falava nada, afinal, eram amigos. Aí fui num show e o amigo dele estava lá, e ele começou mandar muito papo pra cima de mim. Falou que tava super afim, que o R. não me dava valor e que ele queria uma chance. 

Então, se o cara está contigo e já havia dito que vocês estavam ficando de forma mais séria e, não gostava da maneira como o amigo falava ou tentava dar em cima de você, deveria sim ter falado com ele. Amigos tem essa abertura pra falar o que gosta ou não com o outro, se ele não falou foi por que isso não o incomodava tanto quanto parecia. O fato do amigo tentar ficar contigo te dizendo coisas só mostra que ele não vale nada a pena por ser assim..

Não quis, porque apesar do R. ser muito mancada, estar sempre bêbado, eu tava gostando muito dele, e naquela mesma hora eu tava cuidando dele que tinha dado PT. Um dia fomos num lugar aqui da minha cidade que sempre tem uns covers, e o R. tava agarrado com outra menina. Foi o fim da picada saber que eu perdia milhares de noites pra ficar cuidando dele e ouvindo as lamentações de bêbado. 

Chegamos a um ponto mais delicado, afinal beber não é legal, não faz bem e cuidar de gente bêbado é a pior coisa que existe pra ser bem sincera. Por mais que se goste de alguém, se ele não compartilha de seus valores e outras coisas, você pode ate tentar um relacionamento mas muito provavelmente isso não vai ser levado adiante, quando as diferenças falarem muito mais alto do que as compatibilidades. Outra coisa que vale falar é que não vale nem um pouco a pena, investir em uma pessoa que não valoriza aquela que está ao seu lado, não merece esforço nenhum. 

Aí o amigo dele me beijou e tudo mais, na hora da raiva nem pensei nas consequências. Eles quase se bateram na saída e eu quem quase acabei levando também por entrar no meio.  Mas o negócio é: eu gostava do R., e ainda gosto. Minha mãe descobriu que eu tava ficando com ele e não gostou, ele tem piercing pela cara toda, bebe, fuma, é 4 anos mais velho, enfim... Minha mãe odeia ele. Fiquei de castigo mas ele foi na saída da minha escola me ver, me pediu desculpa por tudo que tinha acontecido e disse que ia mudar por mim. Pensei né, "que se foda". Mas ele mudou mesmo, nem bebe direito quando a gente sai (escondido, claro), não tá fumando perto de mim porque sabe que eu não gosto, parou de papinho com todas as meninas que davam moral. Me levou na casa dele pra conhecer a família toda, me apresentou pros amigos... Gosto dele mas não queria ficar mentindo assim pra minha mãe, fingindo que vou sair com tal pessoa e acabo me encontrando com ele. E também não queria deixar o amigo dele magoado. Não sei, me ajuda!

O fato dele fugir um pouco do padrão da sociedade deve assustar mesmo os pais, mas  questão é: mentir não é legal e, cedo ou tarde, sua mãe vai acabar sabendo e a possibilidade dela deixar de confiar em você é enorme, então antes de qualquer coisa, converse com seus pais, mostre as mudanças e melhoras que você está vendo no garoto, se realmente valer a pena investir nesse relacionamento, então converse com seus pais e explique seu ponto de vista, seus sentimentos. Outra coisa é que você deve tomar cuidado pra não acabar saindo machucada dessa história toda, afinal o garoto já mostrou que não é muito confiável e, pode voltar a te decepcionar com facilidade. Se você vê que a mudança dele é verdadeira então converse com ele, com seus pais e abra o jogo. O fato dele ser um BadBoy não faz dele melhor e nem pior do que os outros, meninas tendem a gostar mais desse estilo de cara e os badboys também sabem amar, mas independente de qualquer coisa os pais sempre sabem o que é melhor, mesmo que a gente não entenda e nem concorde com eles naquele momento. Quanto ao amigo dele, esse não tem porque ficar magoado ou triste, afinal de contas ele sempre soube que você gostava de outro e, forçou mesmo assim uma barra pra vocês ficarem. Um conselho que te dou é que vale a pena você ponderar tudo que valeu e tudo que não valeu a pena até agora e, se vale a pena continuar insistindo nessa relação. O coração, muitas vezes é enganoso. Espero que eu tenha ajudado e, o mais importante, é ser feliz!

Mil beijos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Baú dos Vinte. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design